Back to top

Causas e consequências

Os Estados Unidos invadiram o Iraque com a desculpa de construir democracia no país. Desmontaram a ditadura não-religiosa de Saddam Hussein e toda a arquitetura de poder que a sustentava, levando o país ao caos pela falta de um governo que signifique alguma coisa para o povo. Na atual situação de desordem, a população está olhando cada vez mais para os únicos grupos organizados e com capacidade dar alguma resposta: os religiosos muçulmanos. Estes grupos, inclusive alguns bastante radicais e conectados, têm sido os principais vencedores da guerra promovida pelos americanos.

*     *     *

O PSDB não parava de falar que as emendas parlamentares sanguessugas deveriam ter conexão com o Executivo Federal. O argumento era que a corrupção não poderia funcionar só com o executivo municipal e os deputados federais e senadores — dentre eles muitos pefelistas e tucanos. Eles repetiam e repetiam que para o esquema ser implantado tinha que ter gente do Executivo Federal roubando junto, querendo alcançar o Ministro da Saúde. Tanto investigaram que chegaram à possível raiz do problema, onde tudo teria começado: fotos do sorridente Ministro José Serra entregando ambulâncias no interior nordestino junto com os sanguessugas durante o governo Fernando Henrique.

*     *     *

A diretoria do meu mal-tratado Corinthians fez contrato com a MSI alegando que o time precisava desesperadamente de investimentos para novos e caríssimos jogadores. Aliar-se com o esquisitíssimo “fundo de investimentos” seria a melhor solução com a qual se poderia sonhar — a chave para o sucesso e para uma fonte inesgotável de títulos e vitórias. Agora temos três jogadores que foram para a Copa nas seleções de seus países, todos com passes milionários e salários inimagináveis. Acho que quando eles prometeram um futuro brilhante para o alvinegro não estavam se referindo à lanterna onde sofremos.

*     *     *

Publicado no Diário de Ourinhos, em 2004.